Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem incentiva tema 'doping' em cursos de educação física

Presidente da CBG elogiou a discussão realizada em evento na última semana..

Da Redação, Santo André (SP) – O esporte brasileiro tem se tornado cada vez mais atuante no controle antidopagem e alcançado progressos significativos para que as disputas sejam sempre iguais entre todos. Jogar limpo é uma questão de valores e faz parte da justiça do esporte.

Esse foi o tema do 1º Encontro de Faculdades de Educação Física do Brasil, realizado no último dia 28 pelo Ministério do Esporte, por meio da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD). O objetivo é inserir nas universidades a discussão sobre os malefícios do uso de substâncias proibidas no esporte, a fim de ampliar o acesso às informações e propagar o jogo limpo.

“Quero parabenizar o Ministério do Esporte, em especial a ABCD, pela iniciativa ao abordar, no 1º Encontro das Faculdades de Educação Física do Brasil, um tema de tão grande relevância para a formação dos profissionais de Educação. A proposta de inclusão da Antidopagem na grade curricular nos cursos de Educação Física é fundamental para que cada vez mais possamos ter técnicos e atletas preparados para combater o doping”, destacou Luciene Resende, presidente da Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

Na avaliação do diretor do Departamento de Informação e Educação da ABCD, professor Luiz Celso Giacomini, o encontro foi bem-sucedido e atingiu seu objetivo. “Fiquei extremamente satisfeito com as palestras. Foram todas de alto nível e levaram realmente a mensagem que queríamos passar. Tenho que ressaltar, também, a presença dos atletas, que deram um enfoque interessante. Foram opiniões valiosas e de pessoas que viveram e vivem nesse meio e trouxeram suas preocupações, ansiedades e angústias com relação a esse tema, que assola não só os brasileiros como o esporte mundial.”

O evento teve participação de cerca de 200 pessoas, entre atletas representantes de faculdades, confederações e Conselhos Regionais de Educação Física (CREF). Na discussão, foram ressaltados valores éticos do esporte e o trabalho desenvolvido pelo Brasil na luta contra a dopagem, sobretudo a partir da realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

*Com informações do site oficial da Autoridade Brasileira de Controle de Dopagem (ABCD)



Comentários