Curso Nacional de arbitragem de trampolim contou com mais de 20 participantes

O curso tem como objetivo passar os parâmetros estabelecidos pelo novo código de pontuação..

Da redação, Santo André (SP) - A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) promoveu de quinta-feira (22) a domingo (25) o Curso Nacional de Arbitragem de Trampolim, com a participação de 22 alunos e mais o coordenador da modalidade, Diego Satiro.

Assim como nas outras modalidades, o curso tem por objetivo passar aos profissionais os parâmetros estabelecidos pelo novo código de pontuação da Federação Internacional (FIG) para o ciclo olímpico 2017-2020. As aulas foram ministradas pelo Supervisor de seleções da CBG, Klayler Mourthe, árbitro internacional da modalidade, e contaram com a presença de árbitros dos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Goiás.

Diego Satiro, apesar de também ter passado pelos exames que faziam parte da programação do curso, auxiliou também na elaboração das aulas, que contemplaram as diferentes especialidades: trampolim, duplo mini e tumbling.

"À tarde, os alunos tinham aulas teóricas e práticas sobre um dos aparelhos e, na manhã seguinte, três provas correspondentes ao conteúdo do dia anterior: prova teórica, vídeo de execução e vídeo de dificuldade", descreveu Satiro.

O coordenador destacou o grande interesse dos participantes. "Foi um curso no qual vi muitas caras novas, ex-atletas e ex-técnicos estudando para serem árbitros. Isso é muito bom para o esporte, ajuda a modalidade a evoluir ainda mais. Como a ginástica de trampolim vem crescendo nos últimos anos, o nível técnico do curso também aumentou e todos os alunos vieram muito preparados, sem muitas dúvidas na parte prática", contou.



Comentários

Patrocinador oficial

COMITÊ filiado

Ministério do Esporte

Centro de Excelência